ÚLTIMA INSTÂNCIA:

O Brasil precisa de mais advogados e menos engenheiros?Clique e leia

ÚLTIMAS POSTAGENS

Ver mais artigos

26/11/2014

ADVOGADO ESCREVE EM PETIÇÃO QUE O PETICIONAMENTO ELETRÔNICO FOI INVENTADO PELO CAPETA

Se você é advogado ou estagiário com poderes de fazer o peticionamento eletrônico para o seu chefe, você sabe que essa coisa deixa a gente de cabelo em pé (quem ainda tem cabelo).

É um tal de travar pra cá, atualizar o java pra lá e coisas assim.

Em razão disso, cada advogado expressa sua indignação de uma maneira, uns reclamam muito no facebook, já outros preferem fazer uma petição...

peticionamento

Não sei quem foi que escreveu essa petição, mas ó Doutor, tamo junto!

CAMISETA COM FRASE "QUEM COMEU, COMEU" FAZ NOIVA RECEBER O DIVÓRCIO NO DIA DO CASAMENTO

Uma imagem vem circulando nas redes sociais dá conta que uma simples camiseta pode ter sido a causadora de um divórcio.

Segundo diversos sites, o noivo não teria ficado nada satisfeito a ver a sua amada vestindo uma camiseta com os dizeres: "QUEM COMEU, COMEU. QUEM NÃO COMEU NÃO COME MAIS!"

Não se sabe ao certo se a notícia é verdadeira, mas informações dão conta que após o casamento civil, o noivo se preparava para o casamento na igreja quando recebeu a foto através de alguns amigos, e foi então que a confusão começou.

Confira abaixo a informação extraída do site H+

"Teve um casamento de uma jovem que levou todo mundo ao risos pois em sua camiseta tinha uma frase estranha que seu esposo não gostou nada disso e veio a brigar com ela pois na camisa dizia que ela não poderia mais ficar com ninguém antes de se casar mais como isso se ela já estava casada ? ninguém consegue explicar porem ele deixou o casamento bravo chorando e sumiu deixando ela sozinha no altar.  por isso fica a dica cuidado, muito cuidado com o que usar em seu casamento!!"

casamento

Fonte: H+

SAUDITA VÊ A ESPOSA PELA PRIMEIRA VEZ E PEDE O DIVÓRCIO

Um saudita que acabara de se casar com uma mulher "às escuras" pediu o divórcio ao ver a esposa pela primeira vez.

O casal estava diante de um fotógrafo contratado, na festa de casamento, quando o saudita não gostou do que viu.

Os noivos, da cidade de Medina (Arábia Saudita), haviam concordado com o casamento apesar de nunca terem visto um ao outro - um costume em muitas regiões do Oriente Médio.
Mas quando a noiva tirou o véu e sorriu para a câmera, o noivo bateu os pés em desgosto.

foto

"Você não é a mulher com quem quero me casar", declarou ele, de acordo com o jornal "Okaz". "Você não é quem eu imaginava. Sinto muito, mas vou me divorciar de você", acrescentou o saudita descontente.

A noiva se debulhou em lágrimas e os convidados, em pânico, tentaram remediar a situação.
Não deu certo. A separação seguirá adiante.

Fonte: Page not found

HOMEM CONSEGUE SE DIVORCIAR APÓS COMPROVAR QUE SUA ESPOSA NÃO LHE RESPONDIA NO WHATSAPP

Um homem teve concedido o direito de se divorciar por conta de uma razão impensável: sua esposa estaria ignorando suas mensagens no WhatsApp.

O saudita enviava mensagens constantemente à mulher em seu telefone celular, mas não obtinha retorno. Ele havia tentado chamar mais atenção da companheira, já que ela passava horas conversando pelo aplicativo com amigos e familiares.

Apesar de receber as mensagens, a mulher não respondia. Foi a gota d’água.

whats

Um homem teve concedido o direito de se divorciar por conta de uma razão impensável: sua esposa estaria ignorando suas mensagens no WhatsApp.

“Eu enviava mensagens no WhatsApp e sabia que ela tinha lido, já que uma atualização recente do aplicativo mostra quando isso ocorre”, contou o homem que não foi identificado. “Mas tudo que consegui foi um grande e antigo ‘nada’”, concluiu.

Fonte: Death and Taxes Mag

24/11/2014

JUIZ POSTA FOTO NO BANHEIRO E DIZ: “JUIZ NÃO É DEUS, JUIZ É GENTE E INCLUSIVE VAI AO BANHEIRO”

Quando você pensou que essa onda de juízes e deuses já tinha acabado, eis que um novo capítulo acontece e muda os rumos da história.

O juiz Jeferson Ricolchete Neto do Rio Grande do Sul resolveu colocar um pouco mais de lenha na fogueira e reacender a discussão sobre declarações recentes que nenhum juiz é Deus.

Em seu facebook o juiz disse: “Para acabar com essas discussões bobas e sem nenhum fundamento, decidi tirar uma foto (polêmica aos olhos de alguns) para provar que nenhum juiz é um Deus, nós somos feitos de carne e osso, comemos, dormimos e inclusive vamos ao banheiro e trabalhamos nas mais impensadas horas”

juiz

Rapidamente a imagem ganhou repercussão nas redes sociais e o nome do juiz chegou a entrar nos trending topics do twitter por alguns minutos porém, milhares de internautas criticaram a postura do magistrado e uma onda de críticas veio em seguida.

Pouco tempo depois o juiz se desculpou pela postagem e deletou seu facebook.

DEPUTADO MAIS RICO DO BRASIL PEDE JUSTIÇA GRATUITA E JUIZA APLICA MULTA POR MÁ-FÉ

A Justiça negou o pedido de benefício de assistência judiciária integral e gratuita feito pelo deputado federal Alfredo Kaefer (PSDB). O deputado estava respondendo a um processo judicial, foi condenado em primeira instância, e deve arcar com todos os custos do processo que inclui, por exemplo, o pagamento de honorários dos advogados das partes envolvidas. Contudo, Kaefer, o deputado federal mais rico eleito em 2014, disse à Justiça que não tem como pagar as custas, no valor de R$ 910.

De acordo com a decisão publicada na quarta-feira (19), o deputado não se manifestou dentro do prazo estabelecido e também não comprovou que o pagamento das custas causaria desequilíbrio financeiro ou atingiria a manutenção das necessidades da família.

kaefer

A juíza da 4ª Vara Cível de Cascavel, no oeste do Paraná, Gabrielle Britto de Oliveira, indeferiu o pedido afirmando que Kaefer usou de má fé, já que ele é um dos proprietários de uma empresa frigorífica com filiais em vários estados. “Não é crível que o embargante [Alfredo Kaefer], com patrimônio declarado de mais de 100 milhões de reais, teria sua situação financeira abalada pelo pagamento das custas do processo. Seria, no mínimo, total falta de bom senso acreditar nisso”, escreveu.

Na decisão, a juíza aponta que "a fim de justificar o requerimento para concessão do benefício, o embargante alega que, na condição de avalista dos contratos de sua empresa, vem sofrendo diversas cobranças judiciais tendo que arcar com muitas custas processuais. Aduz, ainda, que a única renda que obtém é a do cargo público que ocupa e que o pagamento destas custas importaria em um desiquilíbrio financeiro que atingiria a manutenção das necessidades da família". De acordo com a Câmara dos Deputados, a remuneração mensal bruta dos deputados federais é de R$ 26.723,13.

Kaefer tem o prazo de dez dias após o recebimento da notificação para pagar as custas. Segundo a juíza, por ter usado de má fé, o valor das despesas foi multiplicado em  dez vezes. O deputado terá, portanto, de pagar R$ 9,1 mil para dar seguimento à defesa do processo.

Fonte: G1

DONO DE ESCRITÓRIO INVESTE 18 MIL REAIS PARA FAZER DECORAÇÃO DE NATAL

Desde sexta (14), quem passa pelo Jardim América se surpreende com uma portentosa decoração natalina na fachada do imóvel 367 da Avenida Brasil. Trata-se do escritório do advogado Ademar Gomes, conhecido por tomar a frente de casos como o de Francisco de Assis Pereira, o Maníaco do Parque, e David Santos, jovem que perdeu o braço em um atropelamento na Avenida Paulista, em 2013. “Enfeito o espaço há quinze anos", afirma. "Tive uma infância pobre e não pude aproveitar nada do tipo.”

NATAL1

Ele garante que escolhe sozinho os elementos que integram o extravagante cenário, sem ajuda de um profissional. No conjunto, aparecem três Papais Noeis, um deles com de 1,5 metro de altura; grandes bolas vermelhas e douradas; tecidos amarrados nas árvores que separam as quatro vagas de carros do estacionamento; e luzes azuis, verdes e brancas penduradas nas janelas e no poste de iluminação na calçada. Além disso, há dois pinheiros adornados por guirlandas rebuscadas e um laço vermelho sobre a porta principal.

NATAL3

“Vou até à Rua 25 de Março para ver as novidades”, diz. Segundo Gomes, já foram desembolsados 18 000 reais neste ano. Sua única frustração é não ter conseguido instalar uma máquina que jorra neve artificial. “O aparelho demanda um espaço que eu não tenho”, explica. “Mas ano que vem, eu consigo adaptar a área para receber uma dessas.”

NATAL2

Gomes se encanta com datas especiais. “Penso sempre com carinho nas decorações e quero participar de todas as etapas de montagem”, conta. Durante a Copa do Mundo, por exemplo, ele decorou a fachada do escritório de verde e amarelo, com bolas de tecido e balões.

Fonte: Veja

EXAME DA OAB REPROVA 82,5% DOS CANDIDATOS INSCRITOS EM 4 ANOS

O Exame de Ordem da OAB (Ordem de Advogados do Brasil) reprovou 8 a cada 10 candidatos inscritos desde 2010. A taxa de reprovação é de 82,5%, segundo estudo feito pela FGV Projetos, atual responsável pela organização do exame.

O levantamento mostra ainda que, a fim de obter a carteira que permite pleno exercício da profissão, os bacharéis em Direito chegam a se inscrever 12 vezes para fazer a prova.

O estudo usou dados de candidatos do 2° exame de ordem unificado, aplicado em 2010, ao 13°, aplicado no primeiro semestre de 2014. Nos 12 exames, houve 1.340.560 inscrições – apenas 234,3 mil candidatos foram aprovados.

Para cada exame, a taxa de aprovação variou entre 11,4% (9° Exame) e 28,1% (10° Exame). Segundo o estudo, a variação reflete diferenças no conteúdo e no grau de dificuldade da prova, e também na qualidade de formação dos estudantes.

"Depois que o exame foi unificado o que aconteceu foi o aprimoramento na elaboração das provas e o consequente incremento do nível de exigência", afirma João Aguirre, coordenador dos cursos para exame da OAB da LFG.

queda

Bacharéis chegam a fazer prova 12 vezes

O estudo aponta que do total de 1,3 milhão de inscritos, a maior parte das candidaturas era de pessoas que refaziam a prova. Ao longo dos quatro anos, 487 mil fizeram as provas do exame, muitas mais de uma vez.

Nesse período, 132,6 mil candidatos fizeram a prova mais de quatro vezes. Desses, 2.094 candidatos fizeram o exame 12 vezes.

Formada em Direito em uma universidade privada de Fortaleza em 2008, Emanuela Reis, de 28 anos, faz parte dessa estatística. Desde 2009, ela repetiu as provas do exame sete vezes.

"Ainda não passei e já estou quase desistindo. É muito difícil passar, a cada prova fica mais difícil. Parece que eles pioram para ganhar mais dinheiro. Os enunciados de algumas questões são dúbios, assim como tem questão com mais de um item correto", diz.

A bacharel estima já ter gastado cerca de R$ 1 mil com as inscrições no exame.

Emanuela conta que já tentou encontrar emprego como advogada júnior, mas, sem a carteira da OAB, não consegue a vaga. Enquanto isso, vende doces e salgados para obter alguma renda.

Brasil tem 1.158 cursos de Direito

A grande taxa de reprovação dos estudantes e bacharéis nos exames da OAB faz parte de um contexto em que 1 em cada 10 matriculados no ensino superior no País cursa Direito. Em 2013, os matriculados no curso somavam 769.889 alunos, segundo dados do Censo da Educação Superior.

Em 2012, eram 1.158 cursos, quase o dobro do número de cursos abertos em 2002 (599).

Diante dessa realidade, o Ministério da Educação (MEC) suspendeu a abertura de novos cursos em 2013 até a criação de novas regras para expansão e regulação da rede, que seriam feitas em parceria com a OAB.

O então ministro da Educação, Aloizio Mercadante, chegou a dizer que os cursos teriam de exigir estágio obrigatório. "Precisamos ter mais critérios para expansão dos cursos de Direito e uma das exigências que nós vamos fazer, entre outras, é o estágio obrigatório. Ele [estudante] tem de ter um campo de prática antes de se formar", disse à época.

Segundo o iG apurou, em abril o Conselho Federal da OAB participou de reunião com o MEC para debater o texto final do Marco Regulatório do Ensino Jurídico no País. A proposta elaborada está em estudo na Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior e, depois de aprovada, deve passar ainda pelo Conselho Nacional de Educação. Não há previsão para publicação.

Procurado, o MEC não respondeu o número de pedidos de abertura de novos cursos de Direito recebidos desde 2013. Até a publicação desta notícia, a OAB não respondeu aos questionamentos da reportagem.

Fonte: IG

O ANO ESTÁ ACABANDO, MAS A CORRERIA CONTINUA NA FACULDADE

Olá galera!

Que semana curta né? Curta, porem corrida!

Só tivemos aula até na quarta-feira, na quinta foi feriado e a faculdade emendou a sexta, aproveitando o feriado fui para a cidade ao lado para assistir as audiências no fórum lá, aproveitando o feriado aqui!

Consegui assistir quase todas as audiências de Civil, faltando apenas 1 para terminar, agora preciso assistir todas as de Penal, vou durante essa semana, tentar encerrar todas e entregar tudo para poder finalizar.

Falando em encerrar, já está acabando o semestre, o ano, tudo! Semana de provas começa hoje, tentei estudar o máximo que pude esse fim de semana, não sai para nenhum lugar e fiquei estudando, espero que esse esforço valha a pena quando eu receber as notas das provas.

unnamed

Com toda a correria, todas as coisas que tenho que fazer, entregar, estudar, eu só consigo pensar nas férias, eu faço tudo pensando nas férias, esse ano não foi fácil tanto na vida pessoal quanto nos estudos, tive vários problemas durante o ano.

Espero que o próximo ano seja mais tranquilo, falando em tranquilidade acho, ACHO, que decidi o tema da minha monografia, vou adiantar durante as férias, pois quem acha que vou descansar nas férias, está errado!! Vou descansar durante a semana do natal e ano novo só, passando isso já começa a batalha, e falando em batalhar, preciso estudar!

Boa semana para todo mundo!

Assinatura Willian

5 SÉRIES DE ADVOGADOS QUE VOCÊ DEVERIA ASSISTIR

Dia desses eu resolvi dar uma chance a “Suits”, série que já me foi recomendada por bastante gente. Vi só o primeiro episódio e mesmo não sendo assim um primor (mas é bem legal), me deu uma saudade grande de séries de advogados. Porque eu adoro séries de advogado. Quando elas são boas elas são ótimas, viciantes, reconfortantes, tem casos do dia para a gente ver sem compromisso de ter que seguir a temporada toda etc etc. Então aí vai uma listinha de 5 séries de advogado que você deveria ver, não por ordem de preferência ou de importância. Por ordem de eu ir lembrando.

goodwife1.  "The Good Wife"
Consegue juntar as duas coisas que fazem uma série dar certo por bastante tempo: bons casos do dia (e adoramos bons casos jurídicos, né) e uma boa história de vida dos personagens. Aqui, o título é pelo fato de a personagem principal, Alicia, ser mulher do promotor de Justiça de Chicago, pego num escândalo envolvendo prostitutas. Ele vai para a cadeia, ela tem que retomar a carreira de advogada largada há tempos para poder sustentar os filhos. E aí, amigos, que série linda. Tem uns altos e baixos, é verdade, mas os altos são muito altos. O título fica meio obsoleto em pouco tempo porque o fato de ela ser mulher de quem é vai importando cada vez menos – e sua carreira, os casos do dia e sua vida pessoal vão ficando melhores. Eu tinha largado no meio da temporada passada e acabei de retomar. E aí não me conformo: como assim eu tinha abandonado a boa esposa?

2. "How to get away with murder"
Já é tipo a quinta vez que eu falo desta série aqui, eu sei. Mas é que é bem boa e está ficando melhor a cada semana. Uma advogada criminalista que é professora de uma universidade usa seus alunos nos casos em que defende – e aí tem a média de um caso novo por semana e seus desdobramentos (e os alunos aprendem lições sobre como livrar alguém no tribunal). Mas o mais legal é que a temporada toda se passa em flashbacks depois que seus alunos se envolvem num assassinato. E aí, caro leitor, é impossível desligar o episódio sem morrer pelo próximo.
3. "Damages"
Não é o que se pode chamar de uma tradicional série de advogados. Não tem cenas no tribunal, não tem ninguém gritando “objection” nem nada (amo objection). E ainda assim é a melhor série de advogado já feita e uma das melhores séries sobre qualquer assunto ou profissão da história, sem exagero. Patty Hewes, vivida por Glenn Close, é uma advogada poderosa que não mede esforços nem economiza em métodos não muito ortodoxos para conseguir o que quer.  Cada temporada (são cinco) tem uma história com começo meio e fim e – aí está a beleza da série – flashbacks e flashforwards se misturam e vão construindo o quebra-cabeça da trama, que sempre é baseada em algum caso real. É imperdível, apenas.
4. "Boston Legal" (Justiça sem Limites)
Essa série é uma combinação tão belíssima de assuntos sérios e discussões profundas com personagens meio pitorescos que é difícil saber o que é melhor, a parte séria – e aí tem um dos melhores textos da história da TV, pelas mãos de David E. Kelly, tratando de questões profundas, importantes, impactantes – ou a parte divertida, já que o escritório de advogados onde tudo acontece não tem ninguém muito normal. E aí tem Denny Crane, que personagem incrível. E aí tem Alan Shore e meu amor eterno e verdadeiro por James Spader. E a amizade dos dois, uma grande história de amor.
5. "Ally McBeal"
Ela pesava menos de 50 quilos, tinha alucinações (tipo um bebê dançante, lá nos anos 90) e foi acusada de matar o feminismo. Enquanto tentava achar o homem ideal e imaginava Barry White cantando no seu quarto, Ally McBeal trabalhava num dos escritórios mais nonsense que já houve – em que o cenário principal era o banheiro unissex - e, como na outra série de David E. Kelly, nos divertia horrores enquanto discutia assuntos sérios e levantava discussões bem boas sobre machismo, assédio sexual etc etc. E, no fim do dia, ia todo mundo para o bar que tinha o karaokê mais legal da vida.

Fonte: Legendado

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism