ÚLTIMA INSTÂNCIA:

O Brasil precisa de mais advogados e menos engenheiros?Clique e leia

ÚLTIMAS POSTAGENS

Ver mais artigos

17/04/2014

EXAME DE ORDEM PASSARÁ A TER COTAS PARA APROVAÇÃO DE NEGROS E ALUNOS DO PROUNI.

Com decisão unânime, os ministros do Supremo Tribunal Federal – STF votaram para que a Lei 12.791/2012, conhecida como “Lei das Cotas” fosse aplicada, por analogia, também aos candidatos ao Exame de Ordem, obrigatório para os bacharéis em direito que desejam exercer a advocacia, com uma ressalva: A regra se estenderá aos alunos integrantes Programa Universidade Para Todos – ProUni.

Diante da decisão do STF, a partir do XV Exame de Ordem Unificado, os candidatos que se declararem negros, indígenas ou integrantes do ProUni terão o acréscimo de 5 pontos na nota da prova de primeira fase.Já na segunda fase não haverá nenhum tipo de favorecimento aos cotistas.

Em 2012, a presidente Dilma Rousseff sancionou a lei 12.711 que permite cotas sociais ou raciais em universidades federais. Desde então, associações de diversos setores da sociedade ingressaram com pedidos para que tal regra fosse estendida ao exame de ordem.

Tal pleito foi rejeitado pelo Tribunal Regional Federal da 6ª Região que afirmou tratar-se de um exame meramente avaliativo, não limitando o número de candidatos aprovados através de vagas, como ocorre nos vestibulares.

unnamed

Contudo a diante do recurso extraordinário interposto pela ABRAFROIND, os ministros do STF entenderam que trata-se de uma ação afirmativa para amenizar desigualdades sociais, econômicas e educacionais entre raças, uma vez que o Brasil possui atualmente a segunda maior população negra do mundo, atrás somente da Nigéria.

Outro argumento utilizado pelo relator foi a de que as afirmações positivas favorecem um grupo que foi historicamente discriminado e desfavorecido em consequência de políticas e formas de dominação que são consideradas injustas e desumanas e deverão existir para que essas pessoas possam competir no mercado de trabalho em igualdade com outros indivíduos que são favorecidos em decorrência da sua classe social que possuem uma vantagem desproporcional em relação aos primeiros.

PAGUEI MICO NO FÓRUM, MAS FUI BEM NA AUDIÊNCIA

Essa semana um dos advogados do escritório teve que viajar, e me pediu para fazer uma audiência no lugar dele. Quando ele perguntou sobre a minha (quase inexistente) experiência em audiências trabalhistas, e ouviu que eu só havia feito uma única audiência na vara do trabalho, e pelo reclamante ainda, senti um leve arrependimento da parte dele, mas era o que tinha pra janta ...

A audiência era em São Paulo, fórum trabalhista Rui Barbosa (aquele prédio que o Lalau construiu) . Sai do interior com muitas horas de antecedência, porque antes chegar mais cedo, do que depois da audiência.

Na hora que eu entrei nesse fórum fiquei “em choque”, são quase CEM varas trabalhistas, na minha cidade é vara única. Tem mais gente naquele lugar do que em muita cidade que conheço.

É incrivelmente gigante, e como sou muito curiosa li quase todas as faixas que ficam bem na entrada dizendo o número de juízes, funcionários, estagiários, gastos e tal. Fiquei impressionada com aquilo tudo.

Na sala de espera, fiquei com a pasta do processo aberta no meu colo, pra dar aquele ar de que estava estudando o processo, mas, na verdade eu havia chegado tão cedo, que já tinha lido tudo umas dez vezes. Fiquei lá tentando parecer ser uma advogada séria e compenetrada, porém, na realidade, eu estava tentando passar numa fase chata do candy crush no celular.

Não consegui passar a fase, meu cliente não chegava, e a audiência estava prestes a começar.

Em cima da hora o cliente chegou, fui levantar para cumprimentá-lo derrubei partes dos papéis no chão. Pensei comigo “começou as Marianices”.

Em seguida, nos chamaram para audiência. Assim que me levantei, derrubei meu celular no chão... foi celular para um lado, bateria para o outro, capa pro meio . Enfim, desmontou todo meu celular, eu já nervosa, o cliente começou a juntar os cacos do celular, nos chamaram de novo , aquele caos, eis que eu vejo uma peça que era impossível de pegar. Dei um leve chute, e fiz parar no pé do meu cliente (que nem é meu na verdade), cena “coisa linda”.

celular

Convicta que só um milagre faria o cliente, o advogado da outra parte e a reclamante acreditar na minha capacidade, recebi os cacos do celular, e entrei para a sala de audiência.

Felizmente, acabei me saindo bem na audiência. O que deveria ser uma briga pra fugir de um acordo, acabou virando uma extinção do processo. O advogado da reclamante, elegantérrimo, centrado, e inicialmente bem descrente quanto ao meu desempenho, fato que percebi ao ver ele balançar a cabeça negativamente assim que comecei a derrubar tudo, e depois quando lançou um olhar maligno do tipo “vamos acabar com vocês”, ficou passado.

Ao invés de sorriso maligno, a cara do advogado era de mais pesar do que quem cola (pesca) na prova, e nem assim consegue tirar nota.

Maldade minha ou não, eu ri! Ser desastrada não limita a capacidade de se sair bem em uma audiência ta bom, Doutor?

assinaturamari

16/04/2014

PRA PASSAR EM CONCURSO TEM QUE MANJAR DE VALESCA POPOZUDA

Nas últimas semanas tornou-se viral o compartilhamento da imagem da prova de filosofia em que o professor pergunta:

“Segundo a grande pensadora contemporânea Valesca Popozuda, se bater de frente:

a) É só tiro, porrada e bomba

b) É beijinho no ombro

c) É recalque

d) É vida longa”

Devo dizer que depois da pergunta feita em concurso público na cidade de Jundiaí a respeito do Rei do Camarote, nada mais me assusta! No entanto, apesar de não me assustar, me preocupa. É nessa hora que tenho absoluta certeza de que o mundo tá perdido!

No entanto, Walescas Popozudas a parte devo dizer que conferi meu gabarito da prova de delegado. Devo dizer ainda que apesar da reprovação imediata, me animei.

Parece história de pescador, mas de acordo com o edital eu precisaria acertar 50% da prova, porém 50% de cada matéria também, e pasmem: acertei 49 e tava me encaixando certinho na metade de cada matéria, não fosse por uma maldita questão de criminologia que teria me colocado pra dentro de qualquer forma!

unnamed

Como já disse, apesar de ter batido na trava, me animei! A prova foi um tanto surreal e agora já sei por onde começar para me preparar mais. Eu acho que já imaginava que não passaria, mas não achei que ficaria tão perto...

É isso ai, meus queridos! Pelo menos estou melhor que o Santos que perdeu nos pênaltis (Rá!!!!)

Uma boa páscoa pra todos e até semana que vem!

AssinaturaVeronica

É BONITINHA, MAS NÃO SABE ESCREVER USUFRUTO

O NED sempre teve umas campanhas bem divertidas pra chamar a atenção para pessoas que não sabem escrever direito.

A última campanha, que nem é campanha, são as imagens da série: é bonitinho mas não sabe escrever usucapião, usufruto, habeas corpus e etc.

Assim, meu amigo, essa é pra você que acha que a parada é só uma piadinha:

cadu

Ah só pra constar, a gente nem sabe se ela é bonitinha, mas escrever…

Dica do leitor Carlos Eduardo

PRENDA UM RAPAZ DE ESTATURA MEDIANA, BARRIGA SALIENTE E SOTAQUE NORDESTINO

Assim, não tenho muito o que dizer, mas só acho, acho… que vai ser difícil encontrar essa pessoa.

10153694_1586309604926574_705897608820863762_n

Se você analisar bem a descrição do sujeito, certamente vai identificar pelo menos um conhecido seu… Aposto!

ADVOGADO QUE NÃO SABE A DIFERENÇA ENTRE MANDADO E MANDATO

Uma das primeiras coisas que a gente aprende na faculdade é a diferença de parágrafo e inciso, uma das segundas coisas que eles nos tentam explicar é a diferença entre mandado e mandato.

Só que tem gente que se forma sem saber disso!

mandato

DETENTOS ATUALIZAM O FACEBOOK DE DENTRO DA CADEIA

Apesar de estar preso no Centro de Triagem Metropolitano I, em Santa Izabel, na Região Metropolitana de Belém, o detento conhecido como Cidinho di Marituba continuou ativo nas redes sociais: o interno mantém um perfil no Facebook, no qual posta imagens que teriam sido feitas na cadeia, além de frases de músicas e reflexões sobre a vida no cárcere. Procurada pelo G1, a Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe), não informou o nome verdadeiro e a pena pela qual Cidinho foi condenado, mas confirmou que ele está custodiado, e que um celular teria sido encontrado com ele dentro do presídio.

cidinho2

No dia 10 de abril, Cidinho (fundo)
postou uma foto dizendo que encontrou um
conhecido na "fuleragem"

Ainda não se sabe como e quando o aparelho chegou até o detento. Em nota, a Susipe informou que abriu um procedimento administrativo disciplinar para apurar se houve conivência ou negligência dos servidores.

A conta do usuário teve seis postagens com mensagens e foto desde o dia 10 de abril. Antes desta data, a última ação do preso na rede social havia sido em 18 de março. Em uma postagem realizada na última quinta-feira (14), o detento se diz "solteiro e sozinho", e reclama que "hoje em dia mulher nenhuma consegue esperar um cara", mas diz que "é melhor assim, ao menos não bato cabeça".

Nas redes sociais, o detento se refere ao cárcere como "veneno", e diz que, apesar desta ser a justiça dos homens, apenas Deus pode julgá-lo, e zomba do sistema carcerário: "Vida de ladrão é sofrida, mas é divertida", avalia, e conclui dizendo "vou sair daqui pior".

Veja, na íntegra, a nota da Susipe
A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) já identificou o interno que utilizava um aparelho celular com acesso as redes sociais na Central de Triagem Metropolitano I, no Complexo Penitenciário de Santa Izabel. A Corregedoria da Susipe abriu um procedimento administrativo disciplinar (PAD) para apurar a entrada do celular no presídio e se houve conivência ou negligência de servidores.

15/04/2014

PARTICIPANTE DO REALITY “A FAZENDA” É PRESO POR NÃO PAGAR PENSÃO ALIMENTÍCIA

O modelo e personal trainer Marcos Oliver foi detido na tarde desta quinta-feira por não pagar pensão alimentícia da filha de 12 anos. Em vídeo divulgado por meio de seu perfil do Instagram, Oliver aparece em uma cela pedindo ajuda aos amigos. "Tentei um acordo e não consegui, não sei como solucionar esse problema", disse o modelo. Ainda segundo ele, o valor da dívida soma R$ 50 mil.

Faby Monarca, mulher de Oliver, explicou que ele nunca foi inadimplente, "mas pagava o que podia". "Ela [a mãe da menina] quer R$ 1.500, mas ele está desempregado. Ele estava pagando R$ 300", contou.

oliver

Ainda de acordo com Faby, Oliver havia feito um contrato verbal com a mãe de sua filha e não contava que ela entraria com ação na Justiça. "Ele não merece pelo que está passando, ele é um pai de família. Ele sempre tentou um acordo, visitar a filha, mas nunca teve permissão", completou.

Afastado da televisão desde o fim do reality "A Fazenda", Faby revelou que o sonho do marido é ser ator. "Ele quer atuar, mas não consegue fechar nenhum trabalho. Ele está pintando casas e isso não é vergonha para ninguém", opinou.

Oliver está preso na 40ª Delegacia de Polícia, em Vila Santa Maria, São Paulo. "Já fui lá e levei roupas e alimentação", contou Faby. Ela espera que o modelo ganhe liberdade o mais rápido possível. Oliver é pai ainda de Daniel, de 5 anos.

Nas redes sociais, amigos de Oliver como Ivo Meirelles e Paulo Nunes estão pedindo ajuda também. Em entrevista ao "Cidade Alerta", Yudi contou que fará evento para arrecadar verba para ajudar ao amigo.

"Ele é pessoa boa e bacana, mas não está tendo oportunidade em sua carreira. Sou amigo e estou aqui para ajudar", disse Yudi. Ele ofereceu um advogado para cuidar do caso. "Acho uma tristeza isso que aconteceu com o Marcos", opinou Ivo Meirelles.

Fonte: UOL

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism